Dia das Mães deverá movimentar R$ 34 milhões no comércio de Macapá

Gabriel Maia

O Sistema Fecomércio, por meio do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio do Estado do Amapá (IPDC), realizou nos dias 24 a 26 de abril, a pesquisa de intenção de compras do consumidor macapaense para a comemoração do Dia das Mães deste ano. A pesquisa aponta que 78% dos macapaenses pretendem comprar algum presente para celebrar a data.

Visando fornecer informações acerca do comportamento do consumidor nessa data que é considerada a segunda melhor para o comércio varejista, a pesquisa questionou os entrevistados sobre valores das compras, itens de maior procura, formas de pagamento, locais para compras, motivos que levam a comprar e onde pretendem comemorar o dia das mães.

De acordo com os dados da pesquisa, 55% dos entrevistados têm a intenção de comprar entre 1 e 2 presentes e 33% pretende comprar até 3, revelando o desejo dos consumidores em presentear não somente a homenageada como também a esposa, avó, sogra e outras mulheres que integram o núcleo familiar.

Produtos mais procurados

 Entre os consumidores que têm o desejo de comprar para presentear no dia das mães, 28% têm a intenção de comprar perfume e 25% produtos de vestuário. 16% pretendem comprar sapatos e/ou bolsas, 8% flores e 7% tencionam presentear com joias e relógios.

Locais de Compras

Os entrevistas que responderam à pesquisa apontaram o centro comercial principal local para compras de dia das mães. 49% dos consumidores vão fazer suas compras nas lojas da área central da capital; enquanto 26% têm a pretensão de comprar nas lojas de shopping center; 9% em lojas de departamento; 8% em lojas de rua, bairro; 4% em supermercados e hipermercados; 2% dos consumidores pretendem adquirir o presente pela internet e 2% por catálogos.

Forma de Pagamento

O pagamento à vista (dinheiro, cartão de débito) é o preferencial para 64% dos consumidores macapaenses; 31% com cartão de crédito e 5% tencionam fazer compras utilizando crediário ou carnê.

 

Acesse o link abaixo e veja a pesquisa na íntegra